Por possível uso indevido de “login”, médico volta para folha de pagamento do Estado com salário de mais de R$ 54 mil

Publicado em 06/11/2018 - 15:42 | Por Redação

 

Um erro que resultou no retorno do médico José Arthur Santos Brasil para a folha de pagamento do governo do Acre, com salário de mais de R$ 54 mil, no mês de setembro, causou uma enxurrada de especulações sobre uma suposta irregularidade, já que o profissional prestou concurso no Estado, mas estaria morando e atuando atualmente em Curitiba, no Estado do Paraná.

Segundo nota emitida pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), foi aberto processo administrativo para saber qual o login que retornou esse profissional para a folha, como também processo para restituição ao erário. De acordo com a secretária de Gestão Administrativa do Estado, Sawana Carvalho, “cada órgão é responsável pelas informações inseridas na sua folha”, explica.

A reportagem realizou uma pesquisa no portal de transparência do governo do Acre e constatou que José Arthur Santos Brasil foi incluindo na folha de pagamento nos meses de agosto e setembro. Em agosto o médico aparece com salário no valor de R$ 44.941,20 – mas com desconto no mesmo valor, revelando que o erro pode ter sido detectado e o dinheiro foi estornado.

Já no mês de setembro, o nome do médico aparece novamente na folha de pagamento do Estado. Desta vez, com salário de R$ 54.794,40 – desconto de 17.291,92 e total liquido a receber de R$ 37.502,48 – motivo que levou a Sesacre a emitir uma nota e cometer um novo erro, informando que o médico em questão prestava serviços Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul.

“A Sesacre vem a público esclarecer que houve um equívoco no pagamento do médico José Arthur Santos Brasil, que atua no Hospital Regional do Juruá. No instante em que foi identificado o recebimento de valores indevidos, a Sesacre determinou a abertura de processo administrativo, a fim de apurar os fatos”, diz a nota emitida pela secretaria e divulgada na imprensa local.

A Secretaria de Saúde destaca ainda que “também serão adotadas as medidas legais para assegurar a devolução ao erário do dinheiro pago de forma equivocada”. No portal do Conselho Federal de Medicina, José Arthur Santos Brasil aparece com o CRM AC/1429 inativo, o que sinaliza que o profissional realizou o processo de afastamento de suas funções do Estado do Acre.

O médico transferiu seu registro e atua no momento com o CRM PR/33048, mantendo vínculo com o Hospital Instituto de Neurologia de Curitiba, fato que demonstra que seu nome retornou de forma equivocada para a folha de pagamento da Sesacre que deverá fazer uma sindicância para saber de onde saiu o erro de informação na hora de confeccionar a folha de pagamento da saúde.

fonte:ac24horas

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.