Hospital que leva o nome do pai do governador foi inaugurado com banheiros interditados

Publicado em 03/09/2018 - 16:39 | Por Redação

A correria da administração do governador Sebastião Viana, do PT, para entregar obras que se arrastam há anos, nos últimos seis meses de seu mandato poderá não alcançar o objetivo de fortalecer a candidatura de seu sucessor.

Um exemplo é a obra do hospital inaugurado pela metade no município de Brasileia. A obra que vai custar mais de R$ 50 milhões depois de finalizada foi entregue à comunidade apresentando vários problemas estruturais.

Segundo servidores que encaminharam fotografias à reportagem de ac24horas, o hospital que leva o nome do pai do governador petista foi entregue com banheiros interditados com problemas hidráulicos e sem portas.

Os aparelhos de Raio X e ares-condicionados também não estariam funcionando, algumas salas não teriam portas, sem contar que o hospital teria sido entregue faltando diversos equipamentos e materiais de expediente.

Outro problema seria uma infestação de insetos que tomaram conta de vários locais do hospital. Nas fotografias encaminhadas pelos servidores é possível perceber problemas no forro da unidade de saúde que apresenta buracos.

Os denunciantes afirmam que a situação do Hospital Wildy Viana estaria semelhante a de um vizinho que pede uma açúcar emprestado para adoçar o café, recorrendo ao também precário Hospital Raimundo Chaar para funcionar.

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.