Em evento político, Jorge Viana e Ney Amorim mantêm distância e não se falam publicamente

Publicado em 24/09/2018 - 20:18 | Por Redação

Relação entre os dois candidatos ao Senado pelo PT não anda bem nos bastidores

Durante agenda de campanha em Rio Branco, no último sábado (22), os candidatos ao Senado da República pelo PT, Jorge Viana e Ney Amorim, estiveram presentes lado a lado. Porém, durante uma hora em que estiveram juntos, os dois não trocaram palavras e mantiveram distância um do outro.

O clima entre ambos é tenso e a relação dos dois não anda bem nos bastidores da política acreana. Tanto que na última sexta-feira (21), durante uma agenda em Sena Madureira, o deputado Ney Amorim afirmou que integrantes do PT receberam ordens superiores para não o apoiarem em sua campanha.

O encontro que reuniu os dois candidatos ocorreu no último sábado (21)/Foto: reprodução

No evento, Ney ressaltou a presença das pessoas e pediu apoio para a sua candidatura ao Senado. “Quero pedir o apoio de vocês e dizer que sou mais uma opção ao Senado, e tenho orgulho de ter chegado até aqui, pois lá atrás, quando saí candidato pela primeira vez, foi à contragosto de muita gente e consegui ser o mais votado. Hoje, sou presidente da Aleac, são duas vagas para o Senado, peço seu voto para uma delas”, afirmou Amorim.

O senador Jorge Viana, que concorre à reeleição, enfatizou suas conquistas desde a prefeitura de Rio Branco até sua chegada ao governo do Acre, em 1999. Viana disse ainda que aonde vai, pede voto para ele e para Ney Amorim. O parlamentar frisou que não há necessidade de confusão e nem de divergência dentro do partido.

“Quero dizer a vocês que assumi um governo quebrado pela oposição. Colocamos as contas em dia, e em seguida fui reeleito governador, sendo muito bem votado. Hoje eu sou senador e peço o apoio de vocês para a minha reeleição. Tem o companheiro Ney Amorim, são duas vagas, por que divergência? Por que confusão? Temos dois candidatos ao Senado e quero destacar que onde eu vou, peço votos para mim e para o Ney Amorim”, afirmou o senador.

fonte:Contilnet

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.