Após ordem de reintegração de posse, famílias que estavam acampadas na base da Petrobras deixam terras invadidas

Publicado em 12/02/2018 - 16:49 | Por Redação

Ordem foi expedida na quinta-feira (8); Famílias estavam no local há três dias.

As famílias que estavam na base da Petrobras deste a terça-feira (6), deixaram a base nesta sexta-feira (9), após a ordem judicial de reintegração de posse expedida na sexta-feira (8). As famílias que estavam no loca, moram em áreas de riscos da cidade e exigiam liberação de terrenos.

Diversas pessoas residentes em uma área de desbarrancamento no Bairro da várzea invadiram o local na última sexta-feira (6), exigindo do poder público a liberação de terrenos para transferirem suas casas. Além das famílias diretamente afetadas, outras se aproveitaram da ocasião para ocupar o terreno pertencente à União para exigir casa própria.

Na decisão destaca que se trata de uma ação de reintegração de posse, com pedido liminar, ajuizada pela Petrobrás Distribuidora S/A em face de indivíduos até então não determinados, alegando a mesma ser legítima proprietária e possuidora da área denominada BASUL I, situada do Bairro do Alumínio em Cruzeiro do Sul.

Na última sexta feira (9), um oficial de Justiça foi até a área invadida acompanhado de policiais entregar um oficio aos ocupantes dando um prazo de 24 horas para a liberação do lugar, o que aconteceu no mesmo dia.

A prefeitura de Cruzeiro do Sul na semana passada se comprometeu com os moradores do bairro que estão com as casas em risco de desabamento de adquirir terrenos para retirar as famílias do local. Inclusive na última sexta feira (9), 3 dessas famílias foram removidas pela defesa civil e atualmente encontram-se em aluguel social.

fonte:Juruáonline

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.