Guerra: brasileiro que morava no Acre mostra casa da família destruída em Gaza

Publicado em 28/07/2014 - 16:19 | Por Redação

Da redação:acriticadoacre.com.br

Yusif está em Gaza a passeio e presenciou o bombardeio.

Na edição do último domingo (20), o programa Fantástico, da TV Globo, mostrou o exato momento em que duas bombas caíam na rua onde vive a madre brasileira Maria Laudis, na Faixa de Gaza.

Porém, o que ninguém imaginava é que essas bombas atingiriam uma família no Brasil. E o mais surpreendente: uma família que já morou em Rio Branco (AC).

gaza

Yusif Awni El Shawwa mostra local onde seria a casa da sua mãe/Foto: Arquivo Pessoal

O programa contou a história de Yusif El-Shawwa, que nasceu em Gaza e se mudou para o Brasil há quase 50 anos. Fincou raízes em Rio Branco, no Acre, e voltou a Gaza agora para visitar os parentes.

Para a família, que assistiu do Brasil tudo que acontecia na região, conta que foi desesperador ver a casa de seus parentes em reportagens na TV.

“Eu reconheci. Reconheci a casa da minha avó. E na hora já me bateu um desespero. Foi: meu Deus, mas será se é a mesma?”, relata Rafaela El-Shawwa, filha de Yusif.

Seu pai, Yusif, não se machucou. “O foguete, o impacto jogou a vidraça da casa do vizinho após o muro. A parede caiu, mas graças eu já tinha saído. Eu estava mais no quarto”, conta ao programa.

As duas bombas caíram no mesmo lugar: a casa exatamente ao lado. As explosões lançaram pedaços de concreto e vidro na direção da casa da família El-Shawwa. Praticamente destruíram três cômodos. “Essa pedra veio lá da casa do vizinho”, mostra Yusif.

Angustiada, a família conta os detalhes.

“Quatro horas depois a gente conseguiu entrar em contato com o meu pai e ele falou que realmente era a casa da minha avó, mas que Israel tinha ligado um pouco antes pro celular do meu tio, avisado que iam bombardear aquela área e deram tantos minutos para eles se retirarem”, explica Rafaela.

O site conta que as imagens da destruição deixaram a família no Brasil em choque.

“Eu chamei a minha mãe, minha mãe veio e eu falei: ‘olha, mãe, a casa, o quarto que a gente ficava, tudo’. Aí já foi aquele desespero”, lembra Rafaela.

Trégua anima família de Yusif

A boa notícia para a família aconteceu neste sábado (26): durante uma trégua humanitária, os dois lados tiveram 12 horas de calma. Já pelo período da noite, Israel aceitou uma nova trégua a pedido da ONU, mas o Hamas não concordou, continuou atacando, e mais tarde os caças israelenses voltaram a despejar bombas sobre Gaza.

Foram 40 ataques de Israel e 40 foguetes disparados de Gaza.

“No que já se tornou um jogo de empurra, adiando mais uma vez o fim do sofrimento da população de Gaza, neste domingo (27) foi a vez do Hamas propor e Israel rejeitar um cessar-fogo”, destacou o site do programa de TV.

Yusif promete à família brasileira que vai voltar

Felizmente, outra boa notícia cerca a história de Yusif: ele já se prepara para voltar. De acordo com a entrevista, ele prometeu à mãe que ficaria em casa até o fim do Hamadã, e o mês sagrado dos muçulmanos termina exatamente neste domingo.

“Eu digo para a minha família no Brasil não se preocupar que as coisas vão melhorar”, afirma Yusif.

Agora, ele só depende agora de permissão de Israel ou do Egito para atravessar a fronteira. E também de coragem para percorrer o território devastado que continua sendo atacado.

fonte:contilnet

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.